Rogério Perez rumo ao Sul de Minas

Quem mora ou trabalha no Anchieta já deve ter se deparado com a figura discreta, mas sempre presente, de um senhor de cavanhaque, às vezes usando um boné ou uma boina, que caminha pelo bairro ou que pode ser visto junto à banca de revistas da Francisco Deslandes conferindo as notícias do dia. Pra quem não sabe, vale dizer que aquele senhor é Rogério Perez, um dos grandes nomes do jornalismo mineiro. Detentor de um Prêmio Esso de Jornalismo, nas comemorações do centenário de Belo Horizonte, ele foi apontado como um dos 100 nomes mais influentes da capital.

Com presença marcante em jornais como Estado de Minas, Correio Braziliense, O Estado de S. Paulo, entre outros, e nas emissoras de televisão Globo e Alterosa, Rogério foi responsável por inúmeras reportagens importantes, destacadamente sobre pautas relacionadas ao mundo do futebol. Inclusive, participou da cobertura de seis Copas do Mundo — Argentina (1978), Espanha (1982), México (1986), Estados Unidos (1994), França (1998), Alemanha (2006) e Brasil (2014).

42 anos no bairro

A esposa de Rogério, Regina Lúcia, também é pessoa tradicional do Anchieta. Seja nas caminhadas pela Bandeirantes, nas missas da São Mateus ou na frequência ao comércio local, ela é sempre vista pelo bairro.

Rogério e Lúcia moram há 42 anos na Cassiporé

Pois após 42 anos morando na Rua Cassiporé, onde criou os três filhos — Leonardo, Bruno e Gustavo —, o casal resolveu deixar Belo Horizonte. Cumprindo o isolamento imposto pela pandemia, Rogério e Lúcia perceberam que já é hora de buscar a tranquilidade interiorana, o que encontraram em São Vicente de Minas, no sul do Estado, para onde vão se mudar em breve.

Na bagagem levarão as boas lembranças das mais de quatro décadas vividas no Anchieta.