81% dos internados com Covid-19 em BH não se vacinaram, diz Prefeitura

Em meio à insistência quem vem se esforçando para desacreditar a eficácia das vacinas, nessa quinta-feira, 9, a Prefeitura de Belo Horizonte (PBH) divulgou um levantamento importante, apontando 81% dos internados com Covid-19 na capital sendo de pessoas não vacinadas. Segundo a PBH, entre os internados vacinados 60% tomaram apenas a primeira dose. O levantamento considerou dados colhidos de janeiro, quando a vacinação foi iniciada na cidade, até o final de novembro.

A PBH destaca que o levantamento também indica a eficácia das vacinas como fator de redução do número de internações. Durante os meses de março e abril, quando houve o período mais crítico da pandemia em Belo Horizonte, foram registradas 8.202 internações pela doença. Esse número caiu para 835 entre os meses de setembro e outubro. Como conclusão, percebeu-se que, à medida que a vacinação foi sendo ampliada para mais faixas etárias e grupos prioritários, o número de internações foi sendo reduzidos.

A Secretaria Municipal de Saúde informou que, entre março e abril, o maior número de internados estava na a faixa compreendida entre 60 e 69 anos, com 1.953 pacientes. Entre setembro e outubro, quando esse grupo já havia recebido a segunda dose do esquema vacinal, o número de internados nessa faixa de idade caiu para 193.

“Os números demonstram a importância de se completar o esquema vacinal. Quanto mais vacinados, menor a transmissão do vírus e, consequentemente, temos redução nas internações e menos casos graves da doença. As vacinas são seguras, eficazes e salvam vidas. Já temos uma nova variante circulando no país. Para que possamos vislumbrar um 2022 mais tranquilo e perto da normalidade, temos que vacinar, usar máscaras de qualidade e ter responsabilidade nos encontros com outras pessoas”, recomenda o secretário municipal de Saúde, Jackson Machado Pinto.

Para quem ainda não se vacinou ou está com a segunda dose atrasada ou já pode tomar a dose de reforço, vale informar que a PBH ampliou os pontos de vacinação, que também passaram a funcionar de 13h às 19h30 em shoppings da capital.

Clique aqui para acessar os grupos que estão recebendo as doses de reforço, os endereços dos centros de saúde, pontos de drive-thru e locais extras de vacinação.